Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 26 de maio de 2008

a alma e o amor: nada existe que não seja um só

Durante o período mais enjoado da minha vida...



Dedos esticados, buscando
Algo que não se pode tocar
Deuses diabos
Buscando algo que possa lhe dar de volta
Sua alma
Alma
Dia após dia
Vagando pelas ruas
Sua procura
Ela sempre ela
Vagando pelas ruas
Sua, sua procura

A alma e o amor
Nada existe que não seja um só

Beijos no escuro
Ela procura sua alma
A alma e o amor
Nada existe que não seja um só
Areias e pedras
Talvez não esteja contida no corpo
Aquilo que busca
Alma, alma, alma

Dia após dia
Vagando pelas ruas
Sua procura
Ela sempre ela
Vagando pelas ruas
Sua, sua procura


(Nenhum de Nós/1990)

segunda-feira, 12 de maio de 2008

viajando...

... viajo três horas para ir trabalhar... mais três horas para voltar...

... um som que acompanha meus olhos castanhos à janela...


ColdPlay - Yellow

quarta-feira, 7 de maio de 2008

Thedy Corrêa - Ele não é lindo!?!?!? :o)

Hoje, 7 de maio, a queridissima escritora gaúcha Martha Medeiros (colunista da Zero Hora) publicou uma breve entrevista com o Thedy e seu blog no ClicRBS.
vejam que legal...

5 perguntas para Thedy Corrêa

Como prometi na estréia desse blog, de vez em quando vou postar pequenas entrevistas que farei com pessoas que admiro. O nome da seção será 5 Perguntas Para.... e pra inaugurar escolhi um amigo que faz um sucesso merecido: Thedy Corrêa, vocalista do Nenhum de Nós.

Aliás, pouco tempo atrás tive a honra de fazer uma parceria com Thedy na música Feedback, que está no álbum Pequeno Universo. Ficou uma balada linda e eu me emociono até hoje quando escuto. Mas vamos deixar o cara falar:

P: Thedy, o que é que muda num show quando se sabe que ele está sendo gravado para virar DVD? A performance no palco é diferente?
R: É diferente, pois tem como ingrediente uma tensão em uma medida que em geral não existe nos shows. Então eu fico mais concentrado ainda, mais ligado e preocupado em deixar tudo mais intenso.

P: O Mick Jagger achava que os Stones durariam uns 2 anos e já se vão mais de 40. O Nenhum de Nós acaba de completar 20. Tua bola de cristal diz que vocês durarão quantos mais?
R: Acho que muitos... A julgar pelo fato de que estamos apenas começando uma caminhada em um mundo que sempre sonhamos entrar: o mercado da música latina, dos hermanos. Tocamos em Montevidéu e, ainda este mês, faremos Argentina e Paraguai. Começar algo assim com mais de 20 anos de estrada é prenúncio de muito trabalho pela frente

P: Qual foi a maior roubada em que a banda já entrou? Um show que não foi pago, ou que só apareceu meia-dúzia de gente, ou que os intrumentos foram roubados... Já rolou alguma coisa assim nesses 20 anos de estrada?
R: Uma feira agropecuária no interior do estado do Rio de Janeiro (não vou delatar a cidade) onde até o prefeito estava bebum! Tinha uns vaqueiros embaixo do palco tentando botar tudo abaixo DURANTE O SHOW! Casca grossíssima!

P: Se não fosse músico, em que poderias estar trabalhando hoje? Não vale dizer escritor! (Thedy já publicou o livro "Bruto", lançado pela L&PM)
R: Escrevendo roteiros para histórias em quadrinhos... ou, quem sabe, para cinema.

P: O que você faz privadamente - uma mania, um hábito, um vício - que teus fãs nem sonham?
R: Gosto de fumar umas cigarrilhas (daquelas bem leves, com filtro) de vez em quando...

terça-feira, 6 de maio de 2008

Calvin & Haroldo



segunda-feira, 5 de maio de 2008

Nenhum de Nós

Nenhum de Nós